Cresce número de carros roubados no RN: Potiguares investem em seguro – O aumento no número de veículos roubados ou furtados foi de quase 16%

0
413

FOTO: SÉRGIO COSTA

Delegado Licurgo Nunes, titular da Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov).

Roberta Trindade – Repórter

Os números são assustadores. Até dia 18 de outubro deste ano foram roubados ou furtados no Rio Grande do Norte 6.745 veículos. No mesmo período do ano passado foram 5.823. Um aumento de 15,83%. Os carros populares são os preferidos dos criminosos. São usados para assalto, desmanche ou para clonar a placa. Os roubos ou furtos, geralmente, acontecem no início da manhã ou durante à noite. Em Natal, por exemplo, os bairros que apresentam maior número de ocorrências são: Lagoa Nova, Candelária e Capim Macio. 

As informações foram repassadas pelo delegado Licurgo Nunes, titular da Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov). O policial explica que a delegacia tem um efetivo pequeno e por este motivo nem sempre consegue agir com rapidez.” Temos também o problema da justiça. A polícia prende, dias depois, o bandido está solto”. Experiente, o delegado faz um alerta: “As pessoas precisam se proteger, por isso a importância de um seguro para não ter prejuízo financeiro. Já que o trauma é inevitável”.

Ocorrências sâo frequentes

Manhã de segunda-feira, 23 de janeiro de 2017, a jornalista Mara Rochele, 31, saiu de casa no bairro de Lagoa Nova (zona sul de Natal) com destino a Petrópolis (zona leste) onde trabalha. Quando estava estacionando o carro foi abordada por um bandido armado. “O assaltante se aproximou e ameaçou atirar em mim. Dei minha bolsa e a chave do carro. Foi horrível”, lamenta a jornalista.

Segundo Mara, o veículo HB20 estava assegurado.” Eu liguei imediatamente para o corretor de seguros que me ajudou. Em menos de 15 dias recebi um email da seguradora informando que o valor do carro havia sido depositado na minha conta. Foi tudo muito prático. Hoje tenho outro carro e está segurado também”.

Duas semanas depois do assalto à jornalista, Marco Aurélio, pai da Mara Rochele foi assaltado, também no bairro de Lagoa Nova. Bandidos em um carro roubado se aproximaram da vítima e anunciaram o assalto. O bancário de 61 anos teve um revólver apontado para o corpo. “Eu tinha certeza que o assaltante iria atirar. Foi por pouco. O criminoso que me abordou estava muito nervoso e me arrancou de dentro do Celta. Eles abandonaram o veículo que estavam usando e levaram o meu”, lembra a vítima.

Marco Aurélio sempre foi precavido e com receio da insegurança havia feito um seguro para o carro. Ele realizou todos os procedimentos cabíveis junto a seguradora e foi ressarcido com o valor do veículo. “Foi tudo muito rápido e estou satisfeito. Se eu não tivesse meu carro segurado o que eu faria? Perderia todo meu dinheiro. Investir em seguro representa prevenção”.

FOTO: CEDIDA

ketulys Mickely, corretora de seguros.

Ketulys Mickely, corretora de seguros explica que com a falta de segurança pública no estado, o seguro de veículo dá a proteção necessária. “Nós trabalhamos com várias seguradoras. Fazemos a cotação e oferecemos o melhor para cada perfil. São diversas vantagens. Sempre tem o seguro que cabe no bolso do cliente”.

Alderi Alves de Moura, presidente do Sindicato dos Corretores de Seguros do RN destaca a importância de procurar um corretor habilitado para fazer o seguro. “Tudo é feito dentro das normas estabelecidas. Temos a Superintedência de Seguros Privados (Susep) que é o órgão fiscalizador. Isso significa segurança”.

Fonte: Portal BO