Prostituta deixa cliente nu no meio da rua após não receber pagamento

0
51

Policiais encontraram homem seminu em rua de Patos de Minas (MG), que afirmou ter sido agredido por garota de programa; dívida seria de R$ 850

Uma confusão no último domingo (1º), envolvendo uma garota de programa e um cliente terminou com três pessoas detidas na cidade de Patos de Minas, a 310 km de Belo Horizonte.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe da corporação realizava um patrulhamento no bairro Jardim Paulistano quando encontrou um homem seminu em uma avenida da região. Ao ser abordado, ele afirmou ter sido agredido em uma casa de prostituição que fica no bairro. Ele apresentava uma ferida leve no cotovelo direito.

Os policiais foram até o local indicado pelo homem. Lá, uma mulher de 24 anos afirmou ter feito dois programas sexuais com o homem, que teria se recusado a pagar o valor de R$ 850 pelo serviço e pelas bebidas consumidas. A jovem afirma ter levado um tapa do homem, que tentou fugir mas foi contido e agredido pelos outros frequentadores do local.

Segundo a PMMG, a proprietária do local, de 34 anos, se identificou e falou sobre o que aconteceu, mas, durante a ocorrência, os policiais descobriram que ela havia apresentado um nome falso.

No fim, os três envolvidos foram conduzidos à delegacia. O agredido foi autuado por negar saldar despesas, enquanto a garota de programa foi autuada por lesão corporal. Já a proprietária da casa de prostituição foi conduzida por falsa identidade. Todos eles foram liberados na sequência. O caso será investigado pela Polícia Civil e eles podem ser condenados pelos crimes.

R7