De olho em Bolsonaro, partido expulsa críticos do presidente

0
68

A cúpula do partido Patriota iniciou, na semana passada, o processo de expulsão de integrantes que são críticos ao presidente Jair Bolsonaro. O movimento é mais uma tentativa de atrair o atual chefe do Executivo federal para a sigla. As informações são da Folha de S.Paulo.

O primeiro expulso foi o vereador Fernando Holiday, acusado de infidelidade partidária pelo diretório municipal da agremiação. A direção argumentou que Holiday não declarou apoio a Arthur Lira (PP-AL) para presidência da Câmara.

Agora, os diretores pretendem expulsar outros integrantes que não apoiam o governo federal, como o vereador Rubinho Nunes e o deputado estadual Arthur do Val, o “Mamãe Falei”. 

O Antagonista

Por Robson Pires